Busca por Profissional

Conheça as vantagens que você poderá ter sendo um associado e como fazer para associar-se.

Notícia

Publicado em: 10/10/2017 17:17 | Fonte/Agência: . | Autor: Marcelo Guimarães – Engenheiro Civil - Crea: PR-62.335/D

Sustentabilidade – Reaproveitamento da Água

Atualmente a preocupação sobre o uso consciente da água está cada vez mais crescente, pois o esvaziamento dos reservatórios de água em diversos estados do nosso território tem feito com que a população sofra com constantes racionamentos dos recursos hídricos que tem se refletido em problemas na produção e fornecimento de energia e também na distribuição de água em diversas cidades.

Em resumo. O que se acreditava ser um recurso natural inesgotável está se exaurindo, e ultimamente começamos entender que se não tomarmos algumas precauções, vamos acabar sem água.

Mas a boa notícia é que já existem muitos estudos e soluções tecnológicas no mercado atual que podem nos auxiliar nesse assunto. Assim, se cada um de nós fizermos a nossa parte através das mudanças de hábitos que levam ao desperdício de água e também agregarmos as soluções tecnológicas, por meio da contratação de um engenheiro civil que pode projetar e executar as adequações necessárias nas edificações, ajudaremos o meio ambiente com o reaproveitamento de água, e além disso estaremos reduzindo nossos gastos mensais com água tratada e rede de esgoto.

Veja algumas dicas e cuidados que devemos ter para reaproveitar a água e garantir uma melhor utilização desse recurso:

Um dos maiores volumes de água desperdiçada em casa é o da máquina de lavar roupa e louças. Elas podem representar cerca de 40 a 50% do volume de água consumido em uma residência, essa água pode ser reaproveitada para lavar o quintal e também para descarga em vasos sanitários.

Já a água que foi usada para lavar pratos e panelas não é uma boa opção para reaproveitamento, já que elas estão contaminadas com grandes concentrações de gordura, açúcar, detergente e outros resíduos.

Por outro lado, a água utilizada para lavar vegetais e frutas pode ser utilizada para regar plantas ou fazer a faxina das nossas casas.

Existe também a possibilidade de utilizarmos a água da chuva, essa utilização pode ocorrer de duas maneiras:

1)      Com um pouco de tecnologia, ou seja, com o uso de cisternas para comportar a água da chuva e filtros para retirar folhas e outros detritos nela encontrados e um sistema de bombeamento que a leve até a caixa de água, separando-a da água potável;

2)      Ou, de forma mais rústica, utilizando recipientes para comportar a água fazendo sua limpeza através do processo de decantação, sendo utilizada apenas em funções mais simples que não necessitem de aparelhagem e pressão.

É importante lembrar que a água da chuva não é recomendada para beber ou tomar banho, mas para lavagens de carros, roupas, louças, aguar jardins, utilizar em descargas, etc.

Outro volume enorme da água consumida em uma casa é na hora do banho. Esse volume também pode representar entre 30 e 40% do total consumido por uma família durante o dia.

A alternativa mais simples para reaproveitar essa água é colocar baldes no chuveiro enquanto você toma um banho. Existem também equipamentos que ficam posicionados sob o piso, capazes de recolher todo o volume de água gasto no banho para reaproveitamento. Essa água pode ser usada para regar plantas, dar descarga e até higienizar calçadas e quintal, te ajudando a economizar até 30% do volume de água gasto em casa por dia.

As alternativas citadas acima são maneiras práticas e simples de começar a diminuir o volume de água desperdiçado na nossa rotina, ajudando a preservar nossas reservas hídricas naturais para um futuro bem próximo.

Outras medidas simples de redução do consumo são manter a torneira fechada ao ensaboar a louça, ao escovar os dentes, lavar as mãos rapidamente, não demorar nos banhos, não colocar nos copos água a mais do que deseja beber entre outras atitudes de economia que podem ajudar muito na preservação da água e colaborar com um modelo de sustentabilidade que deve ser seguido para que tenhamos uma vida melhor.

Gastar menos dinheiro e gastar menos recursos naturais é unir evolução e sustentabilidade, portanto, não perca tempo e ajude nessa batalha a favor do meio ambiente.

Mas atenção!

Alguns cuidados devem ser tomados no reaproveitamento de água, principalmente para não aumentar os criadouros do Aedes Aegypti:

– Não deixe água parada em pneus fora de uso. O ideal é fazer furos nestes pneus para evitar o acúmulo de água;

– Não deixe a água parada nas calhas da residência. Remova as folhas, galhos ou qualquer material que impeça a circulação da água;

– A vasilha que fica abaixo dos vasos de plantas não pode ter água parada. Estas vasilhas devem estar sempre secas ou cobertas com areia;

– Caixas de água devem ser limpas constantemente e mantidas sempre fechadas e bem vedadas. O mesmo vale para poços artesianos ou qualquer outro tipo de reservatório de água;

– Vasilhas que servem água para os pets não devem ficar mais do que um dia com a água sem trocar. E, ao trocá-la, lave a vasilha com água e sabão;

– As piscinas devem ter tratamento de água com cloro (sempre na quantidade recomendada). Piscinas não utilizadas devem ser desativadas e permanecer sempre secas;

– Garrafas ou outros recipientes semelhantes (latas, vasilhas, copos) devem ser armazenados em locais cobertos e sempre de cabeça para baixo. Se não forem usados devem ser embrulhados em sacos e descartados no lixo;

– Não descarte lixo em terrenos baldios e mantenha a lata de lixo sempre bem fechada;

– Sempre que observar alguma situação que você não possa resolver, avise imediatamente um agente público de saúde para que uma medida eficaz seja tomada.

Mais notícias

Geral

Crea-PR lança o Livro de Ordem digital, ferramenta prática e gratuita de gestão de obras e serviços

Postado em 10/10/2017 17:17

Geral

11 de Dezembro dia do(a) Engenheiro(a)

Postado em 10/10/2017 17:17

Geral

Engenheiro Ricardo Rocha de Oliveira é reeleito como Presidente do Crea-PR

Postado em 10/10/2017 17:17

Geral

Eleições do Sistema Confea/Creas e Mútua 2020

Postado em 10/10/2017 17:17

Geral

Boletim Informativo

Postado em 10/10/2017 17:17